Página Inicial Veja nossas fotos Assista aos nossos vídeos Leia os contos Participe do nosso blog Entre em contato conosco

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Gostoso do MC Gui só de toalha

A cada dia esse menino se transforma e fica mais gostoso. Talvez ele seja a pessoa que eu trocaria tudo para ter uma noite! Hahahaha. Ele consegue se encaixar na forma exata do meu padrão de beleza. 
Pra que toalha Gui? Diz aí.




domingo, 30 de novembro de 2014

Conto: O entregador me fudeu.


Quando o macho é comedor sai atirando pra todo lado, morava numa república e um dos rapazes que estudavam e me pediu. _ Amanhã vem uma mesa pra mim da empresa e cadeira será que vai estar por aí pra receber pra mim? _ Que horas? _ Lá pelas 6 ou 7 horas da noite. _ Vou estar sim, preciso estudar pra uma prova então vou chegar cedo. Morávamos num apartamento 3 quartos cada um no seu e cada um tinha seus horários quase não nos víamos, pois no final de semana cada um ia pra um lugar diferente. Ainda me avisou: _ Não liga pro homem que vem entregar é um bagaço, vive cantando todo mundo, faz que não ouve e logo ele para.
Tava num atraso grande, afinal mal via minha namorada e não dava mais de 7 meses, não tinha tempo pra nada, cheguei lá pelas 4 horas e pensei. Vou tomar um banho rápido, no chuveiro lembrei do entregador e pensei, não vai rolar deixa quieto. Quase 7 horas tocou o interfone e mandei subir, ele pediu se podia ajudar então desci descarregamos a mesa de computador, cadeira e caixa e colocamos na portaria, ele foi fechar o carro. Reparei que o sujeito era muito bonitão, moreno, 1,80m, 80 kg, peito peludo, um belo volume, ele percebeu minhas olhadas e tirou a camisa e disse: _ Ta calor! Bom pra fuder um cuzinho. Fiquei sem graça e ele entrou, peguei numa ponta da mesa e subimos, deixando a cadeira e uma caixa pequena lá embaixo, assim que entramos ele pediu uma água, fui buscar e abaixei pra pegar na geladeira os litrões de água ele deu uma apertada no volume e disse: _Que rabinho mais lindo você tem, deve deixar a macharada toda de pau duro. Dei pra ele uma garrafinha de água e ele tomou no bico, nisso deixou a água escapar quando tava tomando e eu no impulso tentei impedir levando a mão no seu peito e peguei um pano de prato pra secá-lo. Ele deu uma risadinha e disse: _ Que mãozinha macia, deve alisar uma varra como ninguém, tirei a mão e deixei a pano cair no chão, instintivamente baixei pra pegar e ele veio com mais uma cantada: _ Abaixadinho assim deve ser ótimo enrabar você! Tava putiado com as investidas do macho, mas sentia também meu cuzinho piscar de vontade.

Deixei sem resposta e fui buscar o restante dos móveis, logo ele foi atrás, já estava subindo com a cadeira e a caixa encima, ele pediu: _ Tem mais coisa pra trazer? _ Não veio tudo, só trazer você mesmo. Ele deu uma risadinha e passou a mão na minha bunda subindo as escadas, reclamei: _ Que isso! _ Desculpe não resisti em ver essa bundinha gostosa. Olhei pra trás e dei uma risadinha ele entendeu e continuou me passando a mão, assim que entrei e coloquei tudo no chão ele me encoxou por trás e disse: _ Onde vai ser a foda? Aqui mesmo? _ Tá doido, safado, não tem foda, já basta ficar me alisando na escada. _ Já que não quer, vou meter em alguém que esteja afim. Saiu fechei a porta e fiquei pensando naquilo que tinha acontecido, meu cu tava coçando de vontade, mas o sujeito era muito folgado e achei que não devia rolar. Meu colega chegou viu os móveis, agradeceu e pediu: _ Aquele safado não te incomodou? _ Não! Ficou na dele, apertou o volume, tirou a camisa, pediu água mas nada demais. _ Bem a cara dele, ficar provocando todo mundo.

A noite a vontade não passava disse ao colega, vou dar umas voltas, saí de carro e parei num telefone público e pensei vou zoar um pouco com o comedor. Liguei pra empresa e pedi pra chamar ele dizendo que tinha problema numa entrega que tava faltando, logo ele tava na linha: _ Boa noite senhor, o que houve? _ Veio fazer uma entrega aqui em casa e não descarregou direito, acabou estragando o produto. _ Mas onde foi a entrega pra eu anotar? _ Quando falei o endereço ele percebeu o trote, mas continuou. _ Melhor então eu passar aí e substituir, tenho pronto o que precisa. _ Bom é que não estou em casa estou passando aí perto não pode me entregar lá fora. _ Claro o senhor chega no portão que abro pro senhor, aí é só descer uma estradinha e parar no final onde tem uma casa, temos um pequeno estoque lá, aí substituo o produto.

Segui conforme combinado e já no portão ele apertava o volume e dava umas arfadas, segui de carro e ele a pé atrás, chegando lá reclamou: _ Podia ter me dado uma carona? _ Tá gordinho, melhor andar um pouco. _ Você vai ver o gordinho, vamos ir lá no fundo tem uma churrasqueira e um banheiro. Coloca seu carro lá trás senão alguém vê lá da fábrica e aparece por aqui. Segui e ele embarcou junto, mal entrou no carro já diz: _ Sabia que tava afim da minha rola, ficou só fazendo onda. _ É que você é muito abusado, pega em público aí não dá, tenho namorada e amigos ninguém pode saber. _ Fica tranqüilo sei comer no sigilo. Chegamos no lugar ele já foi tirando toda minha roupa fiquei preocupado com a exposição e ele diz: _ Fica tranqüilo à noite ninguém vem aqui, só eu às vezes pra tirar um cochilo ou carregar algum material pra entregar logo cedo. Os dois pelados ele me coloca na parede e mete a rola na boca me engasgando várias vezes e dizendo: _ Toma pica! Toma viadinho gostoso! Engole a rola do teu macho! Ta gostando do grossão? Ta? Me babava todo mas fazia o que podia ele tinha um cacete de uns 16cm, mas muito grosso, roludo a grossura era quase igual a cabeça e então pensei “este vai me alargar e depois de acostumar vou poder dar gostoso”.

Dito e feito, me arrancou vários gritos e gemidos mas em minutos tava acostumado com a rola, ele metia com força parrava, me apertava, beliscava meus peitos e até pediu: _ Levanta uma perna aí e põe a mão pra ver quanto ta levando. Fiz o que pediu e ele disse: _ Cu guloso o seu, levanto até o saco, meu pau tava duraço pois depois da broxada inicial quando rasgou minhas pregas, acostumei e tava gostoso, fudemos um tempão e ele sempre me apertando, vez por outra esfregava a barba no pescoço me arrancando gemidos. _ Para com a barba senão amanhã vou estar todo roxo no pescoço, não adiantava muito ele fazia o que queria, quando estava quase gozando disse: _ Quero ver o machinho sentar na minha rola. _ Acho que não consigo é muito grossa. _ Melhor pra mim assim te arrebento um pouco mais, tirou o pau e sentou num banco e disse: _ Vem de ré e senta! Não tava afim e então disse: _ Valeu então! Vamos ficar por aqui. Ele bravo fincou um tapão na minha bunda e disse: _ Já falei pra sentar, caralho! _ Que isso! Vai me bater agora? _ Melhor sentar por bem senão vai ser pior. _ Cara não agüento mais. _ Xiiii! Ta miando igual uma puta, não quero nem saber senta no caralho! Me deu outro tapa na bunda que levantei do chão. _ Para com isso! Pra que me maltratar tanto? _ Depois de gemer gostoso no meu pau e se melar todo, vai querer desafiar seu macho? Precisa aprender que macho não pede, manda!

Resolvi então fazer o que ele queria, foi a maior choradeira, parece que sentando o cacete dele dobrava de tamanho fui até a metade e parei resmungando muito! _ AII, AII! Ta rasgando! UII! Grossão safado! Nossa! Parece um caralho de pedra de tão duro! Aiii! Ele arfava e dizia: _ Isso aí, entrega suas pregas pro machão aqui, geme na pica viado, achou que seria fácil perder as pregas pra mim, sofre aí na pica. Parei na metade e disse: _ Não agüento mais, tá bom assim! Ele deu um tapinha e disse: _ Desce mais! Falta muito ainda. Desci mais um pouco e parei tava tremendo as pernas de tanto tezão do cacete e dor no rabo, ele percebeu meu limite e disse: _ Então só agüenta até aí? _ Tá muito doído. Ele sem dó me puxou pela cintura e foi metendo o restante. _ AII! Para! AIII ! Para! Ta me esfolando todo, AI! Quanto mais eu reclamava mais ele metia, sua pica parecia uma rocha deslizando cu adentro, após atolar e me deixar miando um pouco ele disse: _Agora rebola que vou meter! Não obedeci e o anel ficou colado na sua ferramenta me esfolando todo, ele percebendo minha falta de experiência diz: _ Já falei pra rebolar, senão vou sangrar esse cu todo. Obedeci e percebi que no começo doía mais, mas logo afrouxou e entrava com facilidade, mais um tempo de metida e tava gozando de novo e logo ele gozou também.

Nos limpamos no banheiro saiu um pouco de sangue do cu ele viu e disse: _ Não te falei pra rebolar! Não teria te machucado! Agora vai ficar umas duas semanas sem poder dar o cu até fechar bem, uma pena, pois to sem ninguém há mais de mês e tava precisando dar umas fodas mais seguidas. _ Ué! O machão anda pegando pouco? _ Levo mais fama que como, a maioria corre, outros quando deixo chupar saem fora, por isso que não mostrei pra você antes de estar dentro do seu cu, pra não perder a foda. Nem mulher me agüenta. Limpava muito mas o cu continuava sangrando então eu disse: _ Acho que vou ter de passar na farmácia e pegar algo pra fechar esse cu. Ele deu uma risadinha e disse: _ Pêra aí! Tenho algo na Van, lá em cima eu te entrego, certa vez peguei um médico e ele esqueceu a pomada. _ Mas não vai precisar? _ Pra que? Eu sempre como os cu, aqui ninguém entra, sou macho e comedor de cu. Mas será que não é ruim pegar algo assim sem receita? _ Nada! Depois de uma semana ele me ligou no celular e pediu se tinha esquecido a pomada, disse que sim e ele disse, esta pomada é cara, mas um excelente remédio pra fechar um cu, ele também saiu sangrando. _ Então vou pegar o nome e comprar uma igual. _ Deixa de bobeira vai gastar dinheiro à toa, o médico foi transferido e perdemos o contato, não dei meu telefone da empresa, pois podia dar zebra ele aparecer aqui na empresa e o celular perdi ou roubaram fiquei um tempo sem,a Cho que ele desistiu. _ Xiii! Então eu também vou dar zebra? _ Nada! O João que mandou entregar a mesa que sobrou aqui na empresa já tinha me entregado o serviço, disse pra não mexer contigo que tinha namorada, era um cara gente boa então sei que vai manter o sigilo.

Deixei o comedor na empresa e fui pro portão, esqueci que ele precisava liberar pra sair e tive de ficar parado, logo chegou um vigia e disse: _ Pelo visto hoje esta satisfeito? _ O que? _ A foda de você e o Jairo, vi quando ele te obrigou a sentar no cacete dele. Fiquei enrubescido e sem graça e ele disse: _ Nunca pensei em comer um viado, embora vários já tenham pedido, mas não gosto de bichinhas. Mas você com essa cara de macho até que eu comia. Logo chegou o Jairo me trouxe a pomada e disse: _ Pode deixar Gonçalo, o cliente já ta satisfeito com a troca do material. Ele saiu e foi abrir o portão. O Jairo ainda me deu seu cartão e disse ligue qualquer hora, to sempre precisando de um cu, pode não ser naquela hora ou estar viajando, mas sempre conseguimos marcar, melhor se for mensagem assim respondo quando puder sem pressa ou alguém ouvindo, embora todos já estão acostumados comigo falando sacanagem ninguém mais liga. _ Então toda a conversa de comedor é papo furado. _ Que nada contigo já comi 5 cu, boceta nem tem mais graça, mas nunca arrumei um cu que pudesse repetir, agora achei. _ Até então! Saía e voltei pra rodovia, tinha uns 12 km até chegar em casa, no caminho o cu ardeu muito, mas assim que cheguei passei a pomada que era um gel refrescante aliviou bastante a ardência, tive de dormir de bunda pra cima mesmo assim, no outro dia percebi que tava com o pescoço cheio de marcas, passei uma pomada verde pra alergia e aos que perguntavam dizia que tinha dormido de mau jeito e tava com um torcicolo muito doído.

Escrito por: remasz

Visitante do Blog - Anônimo

Ah, se eu te pego hein?
Ele não quis que divulgasse o nome. :/
Mas é só deixar os contatos aqui no comentário que ele verá.
Não esqueçam de comentar.

*Clique nas imagens para ampliá-las.







Visitante do Blog - Fernando Gomes

Ele é o Fernando Gomes, mora no Ceará e possui 18 aninhos. 
Ele é passivo, quem quiser entrar em contato, pelo skype: fernandogomess2

*Clique nas imagens para ampliá-las.







Visitante do Blog - Lucas Fonseca

Essa é o Lucas Fonseca e ele me encaminhou o material por e-mail. Ele mora em São Paulo e está interessado em conhecer novas pessoas, você pode entrar em contato com ele através do celular: (011) 97082-4690. Não esqueçam de comentar!

*Clique nas imagens para ampliá-las.




Seja um colaborador do blog.
Envie nos sua foto.


Visitante do Blog - Davi Fernandes

Assim você me mata, uau.
Comentem e deixem os contatos que ele verá.






Podolatria: Visitante do Blog - Jhon Freen

Recebi por e-mail as fotos dos pés do Jonh e trouxe aqui para vocês. ele está interessado em conhecer pessoas novas. Então quem quiser conhecê-lo melhor, basta enviar um email à ele: jhonfreendon@hushmail.com. Não deixem de comentar! ;)











Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...